• ícone do globo

Monitorização de servidores

Monitore as métricas críticas de desempenho, priorize-as e defina alertas de limite para melhorar o desempenho geral do servidor. Preveja possíveis erros, verifique a integridade do servidor e notifique o administrador da rede para resolver os problemas com Motadata AIOps.

Experimente agora

O que é Monitoramento de Servidor?

Com as complexas infraestruturas de TI e estratégias de negócios em evolução, as organizações de TI contam com provedores de serviços em nuvem e um grande número de data centers e hardware. Com o sistema de eco em nuvem, as organizações de TI podem criar e implantar qualquer tipo de infraestrutura de TI. Os provedores de serviços em nuvem oferecem vários elementos que ajudam as organizações a desenvolver e expandir seus negócios. Os provedores de serviços de nuvem, como Amazon, Microsoft Azure e Google, ajudam as organizações de TI a escalar seus recursos de armazenamento, rede, servidores e hospedagem virtual, oferecendo infraestrutura como serviço (IaaS).

É importante monitorar as atividades e transações para evitar falhas quando se trata de implantação e dependências. Com o grande número de servidores implantados na nuvem, a segurança e a disponibilidade tornam-se preocupações importantes. Além disso, o número de Endpoints e aplicativos implantados na nuvem pode ser um gateway para invasores, levando-os a violar a segurança da rede. Portanto, é vital monitorar o desempenho e a disponibilidade da rede, proteger a rede para otimizar a experiência do usuário e ter um tempo mínimo de inatividade.

Esses motivos tornam obrigatório o monitoramento dos servidores instalados no local ou na nuvem. O monitoramento dos servidores ajuda as organizações a protegê-los. Com base no tipo de servidor, várias métricas podem ser monitoradas e medidas para ajudar as organizações a proteger os servidores de possíveis danos.  

Métricas importantes de monitoramento de servidor

Como há vários componentes na infraestrutura de TI para monitorar, aqui estão algumas métricas para medir durante o monitoramento do servidor.

Uso de memória: Com um grande número de transações e módulos sendo implantados a cada segundo, é essencial verificar se o sistema tem capacidade de CPU e memória suficientes. O consumo excessivo de memória pode afetar a experiência e o desempenho do usuário.

Falha: Quando os servidores deixam de executar as ações solicitadas, isso leva à falha de algumas atividades principais. Por exemplo, se o servidor não pode coletar detalhes do produto do banco de dados, os usuários não conseguem ver os detalhes do produto, o que arruína a experiência do usuário.

Acessibilidade: É essencial ter largura de banda suficiente e disponibilidade de servidor. Fazendo ping no servidor, a acessibilidade de um servidor e seu tempo de resposta podem ser medidos.

Tempo de Resposta: É importante obter uma resposta rápida de um servidor, principalmente quando ocorrem tantas transações e dependências em um determinado momento.

Segurança: Uma autenticação bem-sucedida ou com falha pode fornecer informações sobre o desempenho do sistema. Ambas as tentativas ajudam os Administradores a proteger melhor o sistema.

Práticas recomendadas para monitoramento de servidor

Com base no servidor em nuvem e na ferramenta de monitoramento, a técnica de monitoramento do servidor é diferente. Conforme uma organização cresce e o número de implantações e módulos aumenta, ela precisa configurar uma solução de monitoramento de servidor que coleta dados de vários terminais baseados em nuvem. Existem cinco etapas envolvidas na prática de monitoramento de servidores.

1. Sem agente vs. Monitoramento baseado em agente: Antes de qualquer solução de monitoramento começar a monitorar o sistema e avaliar as métricas, é necessário definir as configurações básicas. Uma das etapas iniciais de configuração do sistema é bifurcar os dispositivos com base em agentes: dispositivos baseados em agente e dispositivos sem agente.

- Monitoramento sem agente: O monitoramento sem agente só precisa implantar o software no coletor de dados remoto. O coletor de dados se comunica com os sistemas de destino em várias portas. O coletor pode precisar ser instalado com acessos de administrador para acessar os sistemas remotos. O monitoramento sem agente tem suas próprias limitações, pois nem todos os aplicativos e sistemas operacionais o suportam.

- Monitoramento baseado em agente: O monitoramento baseado em agente requer que um agente seja implementado em cada servidor. O monitoramento baseado em agente é muito mais seguro em comparação ao monitoramento sem agente. O agente trata de todos os aspectos de segurança e controla todas as comunicações. Como está configurado para o aplicativo / sistema operacional, não precisa de nenhuma regra de firewall externo para ser implantado. O monitoramento baseado em agente vem com soluções de monitoramento mais amplas e profundas.

2. Priorize as métricas: É importante identificar as métricas que precisam ser monitoradas. Deve-se priorizar as métricas que ajudam a rastrear os servidores e fornecem informações importantes sobre o comportamento do servidor. A escolha das métricas depende do tipo de infraestrutura que a organização possui e do tipo de serviços que a organização usa. Por exemplo, um servidor de aplicativos precisará de métricas como disponibilidade do servidor e tempo de resposta, enquanto uma ferramenta de monitoramento para um servidor web medirá a capacidade e a velocidade.

3. Defina o valor limite para as métricas: Uma vez que as métricas são priorizadas e monitoradas, a próxima etapa deve ser definir os valores de limite para as mesmas. Um valor de linha de base e um intervalo específico devem ser definidos de acordo com o tipo de métrica. Com base nesses valores de linha de base, o próximo desempenho do servidor pode ser monitorado.

4. Coleta e análise de dados: A ferramenta de monitoramento de servidor deve ser configurada para coletar perfeitamente os dados dos endpoints da nuvem. A ferramenta de monitoramento de servidor monitora as atividades que ocorrem no servidor com a ajuda de arquivos de log. Os arquivos de log contêm os dados sobre as operações com falha e atividades do usuário. Além disso, métricas como conectividade de rede e desempenho da CPU podem ser monitoradas com a ajuda de arquivos de log. Além disso, os arquivos de log também ajudam a proteger o servidor, pois contêm informações sobre os eventos de segurança.

5. Sistema de Alerta: Uma vez que o servidor está sendo monitorado e as métricas estão sendo medidas, a próxima etapa deve ser configurar um alerta quando um limite específico for atingido. Um sistema de alerta que envia notificações para a equipe de administração sempre que qualquer métrica atinge o valor limite ou em caso de qualquer violação de segurança.

6. Configurando a resposta: Como a equipe de administração é notificada sobre a falha, é hora de agir contra ela. A solução de monitoramento deve ajudar a fazer a análise da causa raiz dos dados disponíveis e resolver os problemas. Antes disso, uma política precisa ser configurada. Uma política que define o procedimento para responder aos alertas. Investigue os alertas de segurança, soluções para as falhas operacionais, tipos de alertas, ações de resposta e prioridade. Isso pode fazer parte da política durante a configuração do procedimento go-to action.

Com essas práticas, as organizações de TI podem monitorar o servidor e garantir transações tranquilas no servidor, experiência do usuário e proteger o servidor contra violação de dados. AIOps, fornecido pela Motadata, sendo uma dessas ferramentas de monitoramento inteligente, oferece soluções de monitoramento com tecnologias de ponta como Inteligência Artificial e Machine Learning. Os AIOps prevêem os possíveis erros, verificam a integridade do servidor, notificam a equipe de administração e ajudam a resolver o mesmo antes que causem qualquer dano potencial. A combinação de IA e ML a torna uma ferramenta de monitoramento inteligente que oferece um painel unificado com widgets inteligentes e dados em tempo real das métricas medidas. No geral, é essencial monitorar o servidor quando todo o seu negócio e as transações dependem da integridade do servidor.